Serra e Mar

Turismo > Gastronomia

O sabor amargo da pandemia

Graça Albarado - 07/04/2020

Gastronomia é uma ato de amor coletivo. Não consiste apenas em reunir pessoas em torno de uma mesa para debater, celebrar, ou tentar encontrar novos caminhos.

A  gastronomia vai muito além de um negócio ou de um prato de comida. É um ciclo que começa com o  pequeno produtor, que vive de cultivar os melhores ingredientes; passa pelo transportador de insumos, que exerce a sua função de forma responsável, entregando-os a restaurantes, bares e afins;  e estes se utilizam de forma consciente dessas mercadorias, até transformá-las em produto final.

Neste momento delicado e inédito que o setor de comestíveis atravessa, em função da pandemia de Covid-19, fazendo com que pequenas empresas enfrentem o maior desafio de sua existência, várias tentam buscar na essência da gastronomia a solução para superar a crise. O momento é de cuidarmos uns dos outros, de nos unirmos e resistir.

É urgente que aconteça uma reação coletiva que envolva empresários, brigadas de combate à doença, clientes ,fornecedores e todos que façam parte deste universo.

Muitos teremos que fechar as portas, sem previsões de abrir, sobrevivendo de operações especiais, para cumprir as medidas determinadas pelas autoridades sanitárias.

Trata-se de uma luta não somente pela sobrevivência dos grandes negócios mas também pela manutenção dos pequenos, e de seus funcionários, responsáveis por inúmeras famílias.

Búzios vive um período muito difícil. Além da preocupação de nos prevenirmos diante do novo coronavírus, nós, microempreendedores, precisamos lutar para sobreviver, para garantir que teremos segurança para trabalhar daqui a algum tempo.

Búzios está com as portas fechadas, isolada, triste, sem turistas, sem vida!

Os setores de bares e restaurantes; a rede hoteleira e pousadas são os mais afetados. São obrigados a apelar para a criatividade diante da crise. Só assim conseguirão sobreviver, obtendo receita que dê para pagar as contas fixas e ajudar na folha de pagamentos, evitando demissões.

Tenho observado que muitos têm criado iniciativas inovadoras frente à urgência do momento. Donos de  bares e restaurantes estão inovando para driblar o fechamento do negócio, seja por meio de delivery ou na oferta de serviços diferenciados.

Nós, da Brasil Chef-Institutos Avançados de Gastronomia-Búzios, tivemos o trabalho prejudicado. Nossa principal atividade é focada em cursos presenciais de qualificação profissional. Estamos pensando em reformular o sistema de ensino e aprendizagem. Surgiram ideis de usar  o Instagram e promover cursos de Gastronomia através do Ensino À Distância, de forma interativa.  Além de assistirem as aulas ao vivo, com a possibilidade de tirarem dúvidas on-line, os alunos ainda poderiam recorrer a aulas gravadas.

Neste momento de angústia e indefinição, é preciso que a Fiscalização da Vigilância Sanitária intensifique a inspeção sobre os que preparam, embalam e transportam alimentos. O setor ficou vulnerável,  está sendo invadido e precisa ser protegido.

Graça Albarado é Diretora da Brasil Chef – Institutos Avançados de Gastronomia, Prêmio Top em Gastronomia da Região dos Lagos 2019 e 2020


« Voltar

 

 

Compartilhar

Mídias Sociais

facebook.com/destinoserraemar
Destinos Serra & Mar

Publicidade



Novidades




Sobre a Revista | Departamento Comercial | Nossos Parceiros | Fale conosco
© SERRA & MAR COMUNICAÇÃO E MARKETING – Proibida a transcrição das matérias, no todo ou em parte, sem prévia autorização.
FW2